Acrísio Sena: “volta às aulas deve ser híbrida e gradual até chegarmos ao presencial”


O vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, deputado estadual Acrísio Sena (PT) acredita que quando todos os profissionais de educação estiverem imunizados com as duas doses, será possível o retorno às aulas presenciais, “mas de forma lenta”. “Temos realidades diferentes nas redes de ensino pública e privada, que é muito menor. Só o sistema público de Fortaleza possui 250 mil estudantes e 13 mil professores. É preciso checar protocolos e preparar a estrutura física das escolas para esse retorno. O ensino híbrido ainda é a solução para todos os segmentos”, explica. 

Como professor, Acrísio aposta num escalonamento gradual até se conseguir os 100% presenciais.  “Levando em consideração a necessidade de retorno ao mercado de trabalho de mães e pais, é provável que as creches tenham prioridade na retomada, em paralelo às séries iniciais do ensino fundamental de 1° a 3° ano, minimizando o impacto no processo de aquisição de leitura tardio, o que acarretará prejuízos imensuráveis nos próximos anos”, explicou.

ENTRE EM CONTATO