“Auxílio Catador permanente é uma conquista para estes defensores do meio ambiente”, ressalta Acrísio Sena


Essa notícia também possui um Podcast:

O governador Camilo Santana publicou, em suas redes sociais, que já enviou na quinta-feira (26) à Assembleia Legislativa o projeto de lei que torna o Auxílio-Catador uma política pública permanente de Estado. A medida mereceu elogios por parte do presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Acrísio Sena (PT). “É o reconhecimento de um trabalho fundamental para o meio ambiente. Os catadores e catadoras são hoje os grandes recicladores de uma sociedade que ainda não aprendeu a dar uma correta destinação aos resíduos sólidos que ela produz”, exaltou.

Desta forma, o benefício social deixa de ser um programa apenas durante a pandemia do coronavírus e terá continuidade após o término do decreto de calamidade pública. Nesse primeiro momento, são 1.342 catadores e catadoras de materiais recicláveis beneficiados, de 48 associações em 41 municípios. O valor corresponde a 1/4 do salário mínimo (R$ 261,25). A meta é ampliar o programa e beneficiar cada vez mais catadores de todos os municípios.

ENTRE EM CONTATO