No Dia Mundial Sem Carro, Acrísio Sena lembra: “transporte público e acessibilidade têm de ser prioridades”


Essa notícia também possui um Podcast:

O deputado estadual Acrísio Sena (PT), vice-presidente da Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa do Ceará, enfatizou hoje, 22 de setembro, a importância do “Dia Mundial Sem Carro”. Segundo ele, mais que um apelo ambiental, é importante que o estado brasileiro “respeite o transporte público como direito social, investindo em cidades com maior mobilidade, priorizando o transporte público, com vias e faixas exclusivas para ônibus, sistemas metroferroviários, meios alternativos como bicicletas, além de ajustar as calçadas de forma a promover a acessibilidade universal”, ressaltou.

Ele lembrou que a pandemia, num efeito colateral positivo, promoveu uma verdadeira “limpeza do ar” e dos rios nas grandes cidades. “O metrô e os sistemas de VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) são uma realidade, além do significativo aumento da extensão das ciclofaixas. É preciso avançar na integração desses sistemas com as redes cicloviárias e calçadas acessíveis, além de buscar baratear as tarifas”.

Em 2019, o Relatório Anual do Seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres) registrou 40,72 mil indenizações por morte e mais de 235,5 mil indenizações por invalidez permanente em razão de ocorrências no trânsito. Seguindo a mesma tendência dos anos anteriores, em 2019, a motocicleta (que representa apenas 27% da frota nacional) foi responsável pela maior parte das indenizações: 77% do total.

ENTRE EM CONTATO